© Aline Macedo
Selva

Na cidade profunda, densa, vibrante e iluminada, as mulheres criam as suas crias dentro de casa. 

Na Selva uma manada protege as suas crias, a responsabilidade é de todos.

Duas intérpretes questionam qual o lugar do feminino numa sociedade que luta pela igualdade mas vê o emocional como uma fraqueza.

A Selva leva-nos por uma viagem de múltiplas vidas através de um encontro dos arquétipos da Mulher: a Jovem, a Mãe e a Anciã.

Procura-se um equilíbrio entre a criação e a destruição, a doçura e a raiva, a sensualidade e o poder.

Residência I - 3 a 7. 12, 2019 - Ifict, Lisboa, Portugal
Residência II - 25.1 a 7.2, 2020 - Szene-Salzburg, Aústria
Parceiros