Da Janela Enquanto Danço

Da janela enquanto danço é uma versão (e)migrante da Tabacaria de Fernando Pessoa. 

É um jogo – como a vida – fragmentado. É uma leitura orquestrada a várias línguas. É uma leitura dançada - a corpo, a carne e a sopro.

O projeto nasce do desejo de duas portuguesas imigrantes em Londres, uma performance artist e uma bailarina, de trabalharem juntas.

É uma viagem fugaz por vários campos das artes, nomeadamente a dança, a performance e a literatura. 

(E)migrante, porque é uma leitura dançada, de um poema escrito por um português nascido em Lisboa e criado na África do Sul.

E migração parece-nos pertinente hoje tendo em conta a situação económica, social e cultural de Portugal.

Equipa

Criação e Performance: Rosana Ribeiro e Luísa Amorim

Com o apoio de: